terça-feira, 12 de setembro de 2017

Apaixonadamente amar


De nada vale viver a vida
Sem inteiramente se entregar
Mergulhar de forma desmedida
E apaixonadamente amar!

Contemplar o céu demoradamente
Contar estrelas... Olhar a lua...
Beber a brisa calmamente
Enquanto te espero olhando a rua

Contar as horas... Te ver chegar...
Encostar no peito e te abraçar...
Sentir acelerado o coração

Vai embora enfim a saudade
Dou adeus também à ansiedade
Com teu beijo me envolve a paixão!

Nádia Santos
11/09/17

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Só a morte é a certeza




Tantas experiências vividas 
Tantos sonhos apenas miragem 
Alegrias, tristezas, emoções sentidas
Para entender que tudo é passagem...


Pensa-se de tudo ser dono
Por tanta bobagem se faz questão 
Por noites a fio perdendo o sono
Enquanto duelam: razão e coração...

Fecha-se cada qual em seu mundo
Com sua incerteza, medo, aflição...
Tudo em si é maior... é profundo 
Pouco importa a dor do irmão...
As horas passam... o tempo não perdoa...
Tudo é passageiro... A vida é fugaz ...
Tem que se viver o hoje ... o agora!
Tanto se perde ... impossível voltar a traz...

Por isso, viva bem a passagem
Aproveite toda essa beleza
Pois diariamente é dada a mensagem :
Que só a morte ... é a certeza.

Nádia Santos
28/08/17



terça-feira, 1 de agosto de 2017

Senhor!

Que o sol que brilha lá fora 
Também brilhe dentro de mim
E que tudo de ruim vá embora 
Que prevaleça esse amor sem fim

Perdoa-me as falhas cometidas ...
Perdoa-me às fraquezas Senhor!
É que por vezes me sinto perdida 
Cura-me... com Sua paciência e amor!

Sei que tudo na vida passa
Sei que o mundo é só ingratidão...
Mas se ajoelho Tu vem e me abraça 
Renova-se a fé e jubila o coração! 

Nádia Santos 
22/06/17



quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

No (a)mar de amor (Poeminha)


E pelas ondas do mar 
Me deixo levar
No (a)mar de amor
Que existe em mim...
Em braçadas velozes
Sigo em sua direção
Para como um rio,
Misturar o meu amor
Com o amor
Que existe em ti.

Nádia Santos
19/01/17